Gabriela Albergaria

A Natureza detesta linhas retas

Curadoria: Delfim Sardo

A artista Gabriela Albergaria (Vale de Cambra, 1965) tem-se debruçado, desde a década de 1990, sobre as relações de aculturação da paisagem e da natureza, a partir dos processos migratórios e da globalização iniciada no século XV. Nas múltiplas tipologias que utiliza – escultura, instalação, fotografia –, o registo das transformações da paisagem pela ação humana, a modificação dos ecossistemas a partir das importações de espécies vegetais e a história da domesticação da natureza, presente na construção dos jardins botânicos no século XVIII, têm vindo a afirmar um corpo de trabalho coerente e sistemático.

Nesta exposição podemos acompanhar de perto os vários momentos do percurso de Albergaria, incluindo a criação de novos projetos, e conhecer o balanço da sua atividade nos últimos 15 anos. É também uma oportunidade para voltarmos à instalação que a artista realizou no CCB, em 2005 — uma enorme árvore que ostentava um processo violento de enxertia — passando pelos trabalhos que produziu na Alemanha, no Chile, Brasil, Reino Unido e Bélgica, onde reside.

16 OUT 2020
– 28 FEV 2021

Galeria
3€
Entrada gratuita aos domingos

Inserido no programa

Lisboa Capital Verde Europeia

Cofinanciado pelo programa Europa Criativa da União Europeia no âmbito do projeto ACT – Art, Climate, Transition

ACT Art Climate Transition

Cofinanciado pelo programa Europa Criativa da União Europeia, no âmbito do projeto ACT — Art, Climate, Transition

Partilhar Facebook / Twitter