Chão Maior

Drawing Circles
© Marco Franco.

Pensado e desenhado no decorrer dos últimos anos, com os primeiros rascunhos feitos em meados de 2018, Chão Maior foi-se tornando no maior projeto musical de Yaw Tembe, e no início de 2021 vê, finalmente, a sua estreia em disco. Ao longo deste extenso caminho, o trompetista foi originando diálogos íntimos entre os diferentes membros do que acabaria por se transformar num sexteto plural, mas confluente. Esta união imprevisível foi explorando idiomas, influências e estilos díspares, deixando que Chão Maior fosse absorvendo todo um mosaico de contextos que foram entrando na criação de algo novo e desafiante. Chão Maior é, então, e sem qualquer desvio, a soma das suas partes, um terreno onde desaguam rock, jazz, folk ou kraut, numa corrente em que improvisação e experimentação ditam os impulsos mais fortes. E, no entanto, essa soma jamais anula as suas parcelas e elementos, com cada músico a deixar a sua respiração e autoridade em composições que se assumem próximas dos sistemas sociais inscritos na música de Sun Ra, em Ghetto Music de Eddie Gale ou no harmolodics de Ornette Coleman. Propõem ainda uma intersecção afetiva com o trabalho de land art de Richard Long, dando um corpo audível ao nome que os identifica nesta demanda sonora. E como a sua criação é do tamanho da ambição do coletivo, neste concerto da Culturgest, o ensemble irá contar com a participação especial de Angelica Salvi em harpa e Igor Dimitri nas imagens, para tornar este chão maior, mas sobretudo mais fértil.

19 FEV 2021
SEX 21:00

Comprar Bilhetes
Grande Auditório
14€ (descontos)
M/6

COMPOSIÇÃO, TROMPETE

Yaw Tembe

GUITARRA

Norberto Lobo

BATERIA

Ricardo Martins

VOZ

Leonor Arnaut

TROMPETE

João Almeida

TROMBONE

Yuri Antunes

HARPA

Angélica Salvi

VÍDEO

Igor Dimitri

Partilhar Facebook / Twitter