Este evento já decorreu.

OPEN CALL ASSISTÊNCIA DE ENCENAÇÃO / INTERPRETAÇÃO

OPEN CALL ASSISTÊNCIA DE ENCENAÇÃO / INTERPRETAÇÃO

SHARED LANDSCAPES

OPEN CALL ASSISTÊNCIA DE ENCENAÇÃO / INTERPRETAÇÃO

SHARED LANDSCAPES

Estão abertas as candidaturas para as funções de Assistência de Encenação-Interpretação no espetáculo Shared Landscapes (peça de Émilie Rousset), até dia 10 de dezembro. Os ensaios e apresentações decorrerão em junho e julho de 2024, na Quinta do Pisão, em Cascais. 

Este projeto é dirigido por Caroline Barneaud (Teatro de Vidy) e Stefan Kaegi (Rimini Protokoll), e será realizado na Quinta do Pisão, uma área natural de grande beleza no Parque Natural de Sintra-Cascais. O espetáculo consiste num conjunto de 7 intervenções artísticas de Stefan Kaegi, El Conde de Torrefiel, Sofia Dias & Vítor Roriz, Chiara Bersani & Marco D’Agostin, Begüm Erciyas & Daniel Kötter, Émilie Rousset e Ari Benjamin Meyers, ao longo de um percurso que dura cerca de sete horas, do início da tarde ao pôr-do-sol.

Especificamente para integrar a peça da encenadora francesa Émilie Rousset, procura-se uma pessoa para a Assistência de Encenação-Interpretação, com excelentes competências linguísticas: bilingue em Português e Francês, fluente em Inglês. A pessoa selecionada irá apoiar a encenadora no processo de casting, pesquisa e ensaios, e irá também atuar enquanto performer no espetáculo (em Português), com microfone de lapela. A peça tem a duração de 30 minutos e será representada ao ar livre (implica boa condição física). 

© Leonard Rossi.

16 NOV
– 10 DEZ 2023

Inscrições Encerradas
Quinta do Pisão, Cascais

Candidaturas até 10 DEZ através deste link

A Culturgest dará resposta a todas as candidaturas até 15 DEZ

Remuneração 2.940€

Ensaios: 21 a 28 JUN 2024

Espetáculos: 29-30 JUN, 06-07 JUL, 13-14 JUL 2024

Mais informações sobre o projeto Shared Lansdcapes aqui e sobre Émilie Rousset aqui.

INFO SHARED LANDSCAPES

Shared Landscapes é um encontro entre a criação artística e a natureza. Parte de um respeito profundo pela natureza e procura questionar a relação complexa do ser humano com o ambiente, a ecologia e os seres vivos com os quais partilhamos o planeta. O projeto oferece uma experiência poética, perto da natureza, mas levanta também questões sobre o caminho desastroso que o ser humano está a trilhar no que concerne ao clima e ao ambiente.

Trata-se de uma coprodução internacional, no âmbito do projeto europeu Performing Landscapes, cofinanciado pelo programa Europa Criativa da União Europeia e realizada por um consórcio de parceiros de Eslovénia, França, Áustria, Espanha, Alemanha, Itália e Portugal, entre os quais o Festival de Avignon, o Piccolo Teatro de Milão, o Berliner Festspiele e a Culturgest. 

BIO ÉMILIE ROUSSET

Émilie Rousset recorre à pesquisa documental para criar formas teatrais, fílmicas e instalações, nas quais os atores incorporam os seus arquivos coletivos, criando sobreposições frutíferas entre realidade e ficção, original e cópia. Os intérpretes e a máquina reinterpretam estas visões originais e plurais, convidando o público a contemplar, contornar e examinar as interligações entre ciência, tecnologia, economia e paisagem.

Performing Landscape cofinanciado pelo programa Europa Criativa da União Europeia

União Europeia

Apoio

Quinta do PisãoAmbiente CascaisCascaisAntena 3Rádio Futura
Partilhar Facebook / Twitter