Jérôme Bel

Jérôme Bel

The Show Must Go On

Jérôme Bel

The Show Must Go On

No momento da sua estreia, há exatamente 20 anos, The Show Must Go On gerou polémica na audiência do Théâtre de la Ville em Paris, dividindo opositores ferozes e fãs entusiastas. Com o passar do tempo a simplicidade e o humor contagiante da peça tornaram-na um dos espetáculos mais bem-sucedidos da história da dança contemporânea. Foi apresentada em mais de 100 cidades em todo o mundo e galardoada com o conceituado Bessie Award em Nova Iorque. Em The Show Must Go On, Jérôme Bel disseca os mecanismos do espetáculo, colocando em palco vinte intérpretes e um DJ, que vai passando hits musicais das últimas décadas.

Em The Show Must Go On, Jérôme Bel disseca os mecanismos do espetáculo, colocando em palco 20 intérpretes, 19 canções e 1 DJ, que vai passando hits das últimas décadas. Brincando com as convenções da dança e apostando num registo minimalista, Bel coloca o seu show radicalmente nas mãos da audiência. A magia do espetáculo nasce do facto do artista nos dar o tempo e o espaço para descobrir beleza e interesse na mais simples das propostas cénicas.

Por razões ecológicas, as peças de Jérôme Bel já não viajam pelo mundo, mas são remontadas localmente, sempre que possível. The Show Must Go On foi apresentado em Lisboa um ano depois da sua estreia mundial (festival Danças na Cidade, 2002) e volta agora numa versão remontada com um elenco português, numa coprodução entre o Teatro Municipal do Porto e a Culturgest.


JÉRÔME BEL nasceu em 1964. Vive em Paris e trabalha no mundo inteiro. Ao entregar o palco a intérpretes não tradicionais (amadores, pessoas com deficiência física e mental, crianças), demonstra uma preferência pela comunidade de diferenças em relação ao grupo formatado e um desejo de dançar que se sobrepõe à coreografia, aplicando apropriadamente os métodos de um processo de emancipação por via da arte.

© Mussacchio Laniello. The Show Must Go On, 2001.
© Mussacchio Laniello. The Show Must Go On, 2001.
© Mussacchio Laniello. The Show Must Go On, 2001.
© Mussacchio Laniello. The Show Must Go On, 2001.
© Mussacchio Laniello. The Show Must Go On, 2001.

16 JUN 2021
QUA 21:00

17 JUN 2021
QUI 21:00

18 JUN 2021
SEX 21:00

19 JUN 2021
SÁB 19:00

Comprar Bilhetes
Grande Auditório
16€ (descontos)
Duração 90 min
M/6

Remontagem com elenco local

Cofinanciado pelo programa Europa Criativa da União Europeia no âmbito do projeto Create to Connect, Create to Impact

Create do Connect

Com o apoio

Institut Français

Media Partner

Antena 3

CONCEITO E DIREÇÃO

Jérôme Bel

com

André Araújo, Bárbara Faustino, Carlos Deusodeu, Celise Manuel, Diego Bagagal, Dori Nigro, João dos Santos Martins, Juelce Beija Flor, Karen Sampaio, Marta Jardim, Nelson Gomes, Patrícia Sarmento, Sara Marques, Sara Venâncio, Sérgio Nogueira, Sofia Beça, Teresa Chaves, Thamiris Carvalho, Tó Maia, Zé Bernardino

ASSISTENTES

Frédéric Seguette, Olga de Soto

ASSISTENTE ENCENAÇÃO LOCAL

Henrique Neves

DIRECÇÃO TÉCNICA

Gilles Gentner

acompanhamento técnico e operação de música em palco

Igor Pittella

PRODUÇÃO

Théâtre de la Ville (Paris), Gasthuis (Amsterdam), Centre Chorégraphique National Montpellier Languedoc-Roussillon (Montpellier), Arteleku Gipuzkoako Foru Aldundia (San Sebastián), R.B. (Paris)

R.B. JÉRÔME BEL É APOIADO POR

Direction régionale des affaires culturelles d'Île-de-France - Ministère de la Culture; Institut Français - Ministère des Affaires Etrangères; ONDA - Office National de Diffusion Artistique

R.B. JÉRÔME BEL

conselho artístico e direção executiva: Rebecca Lasselin
administração: Sandro Grando

coapresentação

Culturgest, Teatro Municipal do Porto, Teatro Viriato

Partilhar Facebook / Twitter