This is a past event.

DAVID MARANHA & JEAN-HERVÉ PERON

DAVID MARANHA & JEAN-HERVÉ PERON

“L’Infini"

DAVID MARANHA & JEAN-HERVÉ PERON

“L’Infini"

Durante quatro meses, mostrámos nas nossas galerias o quão diversa e impactante foi a obra de Tony Conrad na arte experimental contemporânea. No momento em que encerramos a exposição, voltamos a apresentar o histórico “The Flicker” e, acto contínuo, activamos ao vivo um dos seus maiores legados artísticos, a música. Em pleno palco da nossa sala, transformada numa intensa black box, David Maranha, dos Osso Exótico, e Jean-Hervé Peron, dos Faust, trarão as memórias das suas experiências directas com Tony Conrad para um concerto feito de tempo, com princípio e fim indefinidos, onde drones, minimalismo e o krautrock serão uma espécie de santa aliança para esta poderosa performance de longa-duração. Numa noite de celebração, em que o público pode navegar como bem lhe aprouver, entre a galeria e a sala, Maranha e Peron serão também mestres de cerimónia, acolhendo músicos convidados que expandirão o seu universo sonoro, sorrindo ao Theatre Of Eternal Music e às revoluções eloquentes que Tony Conrad nos deixou.

01 JUL 2022
FRI 21:00

Stage of the Emílio Rui Vilar Auditorium
Free entry*
Duration 2h30

9pm film The Flicker Tony Conrad

9:30pm concert David Maranha & Jean Hervé-Peron

Biografias DAVID MARANHA & JEAN-HERVÉ PERON

Vasco Alves investiga a materialidade do som e a natureza dos fenómenos acústicos através da utilização de processos eletrónicos e acústicos instáveis. Estes incluem técnicas de síntese e amplificação, a gaita-de-fole ou instrumentos de sopro personalizados. Utilizados individualmente ou em conjunto, estes processos são de natureza bastante volátil, sendo, por isso, quase sempre explorados com recurso apenas a meios físicos e de composição essenciais. Com a gaita-de-fole a abordagem centra-se na perturbação do fluxo de ar, de modo a explorar os limites físicos do instrumento e a relação entre as suas qualidades acústicas e sons gerados eletronicamente (ou por outros instrumentos). Em busca de uma experiência musical que explora a repetição, a improvisação e a psicoacústica mas também todo o seu impacto espacial.

 

 

Margarida Garcia tem vindo a desenvolver, desde meados dos anos 1990, uma linguagem singular para contrabaixo elétrico. Simples, melodiosa, sub-aquosa, palpitante e melancólica, ultrapassa a práxis contemporânea de improvisação com uma espiral vinda do fundo do subsolo contemporâneo. Antes de ter estado em Nova Iorque, em 2004, onde viveu durante sete anos e onde tocou regularmente em concertos com Loren Connors e Marcia Bassett, foi uma figura muito presente no som underground em Lisboa. Aí, conheceu o guitarrista Manuel Mota, colaborador próximo desde o seu início musical — a sua primeira colaboração remonta a 1998. As suas explorações no arco, na sua maioria sombriamente dramático, em territórios profundamente obscuros e silenciosos, encontram-se igualmente em colaborações com Thurston Moore, David Maranha, Mattin, Eddie Prévost, Rhodri Davies, entre outros. As artes visuais desempenham também um papel importante na sua atividade, tendo publicado um livro de desenhos, realizado várias exposições e trabalhos artísticos para muitos lançamentos musicais. Desde 2014 que vive entre Lisboa e Antuérpia, onde trabalha frequentemente com o ensemble Graindelavoix, de Björn Schmelzer, nos seus vários empreendimentos artísticos.

 

 

Riccardo D. Wanke, nasceu em Génova, vive e trabalha em Lisboa. Multi-instrumentista, compositor e investigador. Desde 1995 ativo na música, seu interesse inclui manipulação acústica e eletrónica do som e psicoacústica da música. O seu trabalho com instrumentos de cordas (guitarras, bulbul tarang, cítara) e teclados ((e)-piano, harmônio e órgãos) integra improvisação, formas clássicas e minimalismo. Colabora com músicos e artistas como Giuseppe Ielasi, Rafael Toral, David Maranha, Stefano Pilia, entre outros. Actuo ao vivo em todo o mundo e editou música para editoras internacionais - dos Estados Unidos da América, Suíça, Itália, Portugal e México. É autor do livro “Sound in The Ecstatic-Materialist Perspective on Experimental Music” (Routledge, 2021) e outras contribuições em musicologia, estética e ciências cognitivas. (rdwmusic. com)

Co-funded by the Creative Europe programme project Create to Connect, Create to Impact

Create do Connect

Support

Antena 3

Bass

Margarida Garcia

Bagpipes

Vasco Alves 

Bulbul tarang

Riccardo Dillon Wanke

Share Facebook / Twitter