Ampla

Ampla

Ampla

Chega à Culturgest a primeira edição da Ampla, uma mostra de cinema que reúne uma seleção de filmes premiados em 2021 nos principais festivais em Portugal, entre eles Curtas Vila do Conde, Fantasporto, MOTELX, Festival Queer, MONSTRA, Doclisboa, IndieLisboa. É uma oportunidade única para ver o melhor cinema português e mundial, entre curtas e longas-metragens, de documentários a filmes de terror, sem esquecer duas sessões dirigidas ao público mais novo. 

Todos os filmes são exibidos com recursos de acessibilidade para que todas as pessoas possam desfrutar da mostra em condições de igualdade. Serão ainda apresentadas duas sessões descontraídas que decorrem num ambiente mais relaxado. Em paralelo decorrem um conjunto de workshops abertos ao público em geral e uma masterclass dirigida aos produtores de cinema.

© DR.

25–27 MAR 2022

1–3 ABR 2022

Pequeno Auditório
4€ (preço único)

Recursos de Acessibilidade + info

RECURSOS DE ACESSIBILIDADE

Audiodescrição

Um comentário adicional dirigido às pessoas com deficiência visual (cegas e com baixa visão) e que se refere à linguagem corporal, expressões e movimentos. Trata-se de um recurso usado em televisão, cinema, teatro, dança, ópera, concertos de música, artes visuais e visitas a museus de todos os tipos. Consiste num narrador que fala durante a apresentação, durante as pausas naturais do áudio, sobre o que está a acontecer (e que não é percetível através da audição). Por vezes, quando absolutamente necessário, fala durante os diálogos.

Língua Gestual Portuguesa

A língua através da qual grande parte da comunidade surda em Portugal (cerca de 30.000 pessoas) comunica entre si. A LGP é também usada pela comunidade envolvente - familiares de Surdos (a escrita da palavra com maiúscula refere-se à pessoa que fala LGP), educadores, professores, técnicos, entre outros. A expressão "língua gestual" (ao invés de "linguagem gestual") refere-se à língua materna de uma comunidade de Surdos. As línguas gestuais são línguas naturais, que surgem e se desenvolvem naturalmente, como as línguas orais. Esta língua é produzida por movimentos das mãos, do corpo e por expressões faciais e a sua receção é visual. Tem um vocabulário e gramática próprios.

Sessões Descontraídas

Sessões de teatro, dança, cinema ou outro tipo de oferta cultural que decorrem numa atmosfera mais descontraída e acolhedora e com regras mais tolerantes no que diz respeito ao movimento e ao barulho na sala. Podem ainda implicar pequenos ajustes num espetáculo (iluminação, som, etc.) e no acolhimento do público, para melhor se adaptarem às suas necessidades. Destinam-se a todas as pessoas e famílias que preferem ou beneficiam de um ambiente mais descontraído num espaço cultural (por exemplo, pessoas com défice de atenção, pessoas com deficiência intelectual, pessoas com condições do espectro autista, pessoas com deficiências sensoriais ou de comunicação). As sessões descontraídas procuram reduzir os níveis de ansiedade e tornar a experiência mais agradável. São uma colaboração entre teatros, equipas artísticas, pais, cuidadores e acompanhantes para que todas as pessoas possam usufruir do mesmo espetáculo. Por essa razão, aconselhamos que sejam seguidas as indicações de faixa etária dos espetáculos.

Recursos de Acessibilidade

Recursos Acessibilidade

Organização

Duplacena, Horta Seca - Associação Cultural

Coprodução

Culturgest

Colaboração

Acesso Cultura

Financing

Garantir Cultura, Instituto do Cinema e Audiovisual

Supports

Fundação Liga, Associação Cultural de Surdos da Amadora, Bengala Mágica, Associação Portuguesa para as Perturbações do Desenvolvimento e Autismo, Accessible Portugal

Team

António Câmara Manuel, Rita Gonzalez, Sofia Afonso

Partilhar Facebook / Twitter