Exposição Caixa para guardar o vazio

Fernanda Fragateiro e Aldara Bizarro
© Carlos Fernandes.
© Carlos Fernandes.
© Carlos Fernandes.
© José Alfredo.

Caixa para Guardar o Vazio é um projeto de Fernanda Fragateiro que conjuga a escultura, a performance e o envolvimento do espectador. Criado primeiramente para o Teatro Viriato de Viseu em 2007, Caixa para Guardar o Vazio é um dispositivo espacial, uma construção em madeira que, partindo da forma simples de um grande paralelepípedo, se abre e desdobra para ir revelando o trabalho performativo concebido pela bailarina e coreógrafa Aldara Bizarro e desempenhado por dois  performers. As ações que progressivamente vão desvelando o interior da estrutura entram em diálogo silencioso com o espectador, criando expectativas e construindo uma narrativa que nasce das múltiplas possibilidades de metamorfose da escultura que, progressivamente, vai encontrando diferentes configurações.

Como objeto híbrido que é – entre a escultura, o dispositivo, a dança e a performance – Caixa para Guardar o Vazio questiona, de forma lúdica e sofisticada, as noções de objeto escultórico, o papel do espectador e desafia a corporalidade daqueles que participam na experiência de o ver em ação. Como objeto escultórico, consiste numa escultura minimal de grandes dimensões, mas também nesta aceção nos faz refletir sobre a escultura enquanto monumento ou, pelo contrário, sobre a habitabilidade e a dimensão doméstica da existência.

Nesta apresentação na Culturgest, pela primeira vez estão disponíveis os desenhos preparatórios e as duas maquetes que a artista realizou durante o processo de conceção da obra.

10 NOV
– 1 DEZ 2019

Galeria
Entrada gratuita
M/6

TER–DOM 11:00–18:00

Inauguração

9 NOV SÁB 16:00

AUTORIA

Fernanda Fragateiro

COLABORAÇÃO

Filipe Meireles

PRODUÇÃO

Teatro Viriato

COPRODUÇÃO

A Oficina

Teatro Aveirense

Câmara Municipal Santa Maria da Feira

Teatro Municipal da Guarda

CCB

Mecenas

Patinter

Fundação “La Caixa”

Habidecor”

Partilhar Facebook / Twitter