Este evento já decorreu.

Doclisboa

16.º Festival Internacional de Cinema

O Doclisboa oferece a possibilidade de imaginar, refletir e entender o mundo através do passado, do presente e do futuro do cinema. Em 2018, o festival dedica a retros¬petiva de autor à obra de Luis Ospina, o mais importante realizador colombiano contemporâneo. Uma forte paixão pelo cinema e um olhar humorístico em relação à história do seu país fazem dele uma figura maior da cinematografia latino-americana.
Destaque ainda para a retrospetiva Navegar o Eufrates, Viajar no Tempo do Mundo. O cinema daquela zona geográfica, devastada por guerras nos últimos 20 anos, apresenta-se como uma chave para a compreensão da atualidade.
As secções Heart Beat, Da Terra à Lua, Verdes Anos, Cinema de Urgência e Riscos continuam as suas linhas de programação. Em conjunto com o Projeto Educativo e o laboratório de atividades profissionais Arché, completam uma programação – livre e pioneira – que faz a ligação entre passado e contemporaneidade.

Conheçam a programação completa aqui.

18–28 OUT 2018

Grande e Pequeno Auditório

Bilhete normal avulso – 4,50€
 
M/12

Bilhete com desconto para jovens até aos 30 anos, maiores de 65 anos, desempregados mediante a apresentação de cartão do IEFP e portadores do cartão de sócio Gerador – 3,50€
 
Voucher de 5 bilhetes – 16€
Voucher de 10 bilhetes – 30€
Voucher de 20 bilhetes – 55€

DocLisboa na Culturgest

Num mercado fortemente dominado pela oferta comercial de origem anglo-saxónica, os festivais de cinema têm tentado criar espaço e visibilidade para géneros cinematográficos que desapareceram das salas de cinema: o filme de autor, o filme experimental, o repertório dos grandes cineastas, o filme de animação para adultos, o filme não-ocidental, o documentário. A festivalização da programação cultural é uma evolução preocupante, mas no universo do cinema tem sido um elemento indispensável na formulação de uma resposta à monocultura, ao lado da programação das Cinematecas, dos cineclubes e dos poucos cinemas de arte que resistam. O DocLisboa tem feito um percurso exemplar, deste ponto de vista, criando um público grande e interessado para o filme documentário, onde antes existiu apenas um grupo reduzido de entusiastas.

Mas o DocLisboa tem feito muito mais. A sua verdadeira mais-valia reside na valorização inteligente e planeada dos trunfos de um festival: aproveita a atenção generalizada da imprensa e do público para introduzir nomes pouco conhecidos, inclui na sua oferta intensa explorações corajosas das margens do género, explora a densidade de propostas – com as suas ressonâncias e justaposições – para estimular o debate e atrai consistentemente o interesse de profissionais estrangeiros, estimulando a internacionalização da programação e criação portuguesas. O DocLisboa tem mostrado o que um festival pode. O DocLisboa tem mostrado o que um festival pode alcançar. Por isso, continua a ser um privilégio ser parceiro desta aventura.

Mark Deputter

Sessão de abertura The Waldheim Waltz. 18 OUT  21:30 Culturgest
Sessão de abertura The Waldheim Waltz. 18 OUT 21:30 Culturgest
Partilhar Facebook / Twitter