Lia Rodrigues

Lia Rodrigues

Encantado

Lia Rodrigues

Encantado

As duas criações mais recentes da coreógrafa brasileira Lia Rodrigues, Fúria (2018) e Encantado (2021), formam um díptico sobre a violência e a beleza, um testemunho assombroso do nosso tempo acelerado, uma acusação poderosa e uma mensagem de esperança.

“Encantado” é sinónimo de maravilhado, deslumbrado, mas no Brasil o termo refere-se também às entidades que pertencem a modos de perceção de mundo afro-ameríndios. Os “encantados” transitam entre céu e terra, nas selvas, nas pedras, em águas doces e salgadas, nas plantas, transformando a natureza num local sagrado. Será que conseguimos voltar a juntar-nos a este mundo encantado para ir ao encontro dos outros e de todos os seres vivos, em toda a sua diversidade?

Coapresentação com DDD - Festival Dias da Dança - Rivoli no dia 18 de abril.

Lia Rodrigues - Encantado
© Sammi Landweer.

15 ABR 2023
SÁB 19:00

Comprar Bilhetes
Auditório Emílio Rui Vilar
16€ (descontos)
Duração 70min
M/6

Cofinanciado pelo programa Europa Criativa da União Europeia no âmbito do projeto ACT – Art, Climate, Transition

ACT Art Climate Transition

Apoio

Antena 3

Criação

Lia Rodrigues

Dançado e criado em colaboração com

Leonardo Nunes, Carolina Repetto, Valentina Fittipaldi, Andrey Da Silva, Larissa Lima, Ricardo Xavier, David Abreu, Tiago Oliveira, Raquel Alexandre. Também dançado por Felipe Vian e Dandara Patroclo

Colaboração na criação

Joana Castro e Matheus Macena

Assistente de coreografia

Amália Lima

Dramaturgia

Silvia Soter

Colaboração artística e imagens

Sammi Landweer

Criação de luz

Nicolas Boudier 

Stages managers

Magali Foubert and Baptistine Méral

Música

Canções do povo Guarani Mbya da aldeia de Kalipety do território indígeno Tenondé Porã, (sung and played during the indigenous demonstration in Brasilia in August 2021 for the recognition of their ancestral lands in danger)

Som

Alexandre Seabra

Agenciamento internacional

Colette de Turville

Coordenador de produção

Astrid Toledo

Administração

Jacques Segueilla

Produção Brasil

Gabi Gonçalves/ Corpo Rastreado

Produção projeto Instituto Goethe 

Claudia Oliveira

Secretária

Gloria Laureano

Professores

Amalia Lima, Sylvia Barretto, Valentina Fittipaldi

Coprodução

Chaillot - Théâtre National de la Danse – Paris/ Le CENTQUATRE - Paris/; Festival d’Automne à Paris / Scène nationale Carré-Colonnes, Bordeaux Métropole / Le TAP - Théâtre Auditorium de Poitiers / Scène nationale du Sud-Aquitain / La Coursive, Scène nationale La Rochelle / L’Empreinte, Scène nationale Brive-Tulle / Théâtre d’Angoulême, Scène Nationale / Le Moulin du Roc, Scène nationale à Niort / La Scène Nationale d’Aubusson, Théâtre Jean Lurçat / l’OARA - Office Artistique de la Région Nouvelle-Aquitaine/ Le Kunstenfestivaldesarts – Bruxelles/Theaterfestival – Basel/ HAU Hebbel am Ufer – Berlin/ Oriente Occidente, Festival di danza contemporanea – Rovereto / Theater Freiburg/ Julidans- Amsterdam / Teatro Municipal do Porto, DDD - Festival Dias Da Dança and Lia Rodrigues Companhia de Danças, Association Lia Rodrigues-France with the support of Redes da Maré and Centro de Artes da Maré and the partners of the FONDOC (Occitanie)

Com o apoio do Fundo Internacional de Ajuda às Organizações Culturais Educativas 2021 do Ministério Federal dos Negócios Estrangeiros alemão, do Goethe-Institut e de outros parceiros.

Lia Rodrigues é uma artista associada do Chaillot - Théâtre National de la Danse and CENTQUATRE, France.

Agradecimentos

Thérèse Barbanel, Antoine Manologlou, Maguy Marin, Eliana Souza Silva, equipa do Centro de Artes da Maré. 

Peça dedicada ao Oliver.

Partilhar Facebook / Twitter