António Bispo dos Santos

A difícil arte da confluência
Quilombo dos Palmares, Alagoas.

Quilombo é o nome dado aos lugares onde as pessoas que fugiam da escravatura no Brasil se abrigavam, acabando por dar lugar a comunidades autónomas que sobreviviam em profunda relação ecológica com o território. Hoje em dia, tal como os territórios conservados por povos indígenas, são locais que guardam práticas e sabedorias importantes para uma vida em autonomia e em reciprocidade não destrutiva com o planeta. 

António Bispo dos Santos é escritor, mestre quilombola, lavrador, formado por mestras e mestres de ofícios, morador do Quilombo do Saco-Curtume (São João do Piauí), no Brasil. É autor de artigos, poemas e dos livros Quilombos, modos e significados (2007); e Colonização, Quilombos: modos e significados (2015). Ativista político e militante de grande expressão no movimento social quilombola e nos movimentos de luta pela terra, é membro da Coordenação Estadual das Comunidades Quilombolas do Piauí (CECOQ/PI) e da Coordenação Nacional de Articulação das Comunidades Negras Rurais Quilombolas (CONAQ).

28 OUT 2020
QUA 16:00

Live streaming
em culturgest.pt
Duração 90 min

Cofinanciado pelo programa Europa Criativa da União Europeia no âmbito do projeto ACT – Art, Climate, Transition

ACT Art Climate Transition

Cofinanciado pelo programa Europa Criativa da União Europeia, no âmbito do projeto ACT — Art, Climate, Transition

Partilhar Facebook / Twitter