Hamady Bocoum

Memórias: escritas e oralidades

O Museu das Civilizações Negras abriu em 2018 em Dakar, no Senegal. Consagrado à história das civilizações africanas, foi imaginado cinquenta anos antes pelo poeta, político e pensador Léopold Sédar Senghor. O atual diretor do museu, Hamady Bocoum, vem à Culturgest no âmbito da conferência internacional Memórias Orais de Africanos e Afrodescendentes em Portugal, promovida pela Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa. No ano que a UNESCO dedicou às línguas indígenas, Bocoum conversa sobre o museu e as exposições dedicadas às antigas escritas, à oralidade e às máscaras das culturas de África.

Hamady Bocoum é arqueólogo, ex-diretor do IFAN Cheik Anta Diop e autor de vários artigos e livros científicos. Foi diretor do Património Cultural do Senegal, especialista no Comité do Património Mundial da UNESCO e no Fundo Global para o Património Africano. Preparou os processos de candidatura a Património Mundial de paisagens culturais senegalesas: os megálitos da Senegâmbia, o Delta do Saloum e o País Bassari.

11 DEZ 2019
QUA 18:30

Pequeno Auditório
Entrada gratuita*
Duração 90 min

* Sujeita à lotação e mediante levantamento de bilhete no próprio dia a partir das 18:00

Partilhar Facebook / Twitter