Este evento já decorreu.

Fabrizio Cassol, Alain Platel

Requiem para L.
© Chris Van der Burght.
© Chris Van der Burght.
© Chris Van der Burght.
© Chris Van der Burght.
© Chris Van der Burght.

Catorze músicos africanos e europeus juntam-se em torno do Requiem de Mozart e, com encenação de Alain Platel, reinventam a obra magistral com as suas próprias influências musicais: o jazz, a ópera e a música popular africana. O compositor Fabrizio Cassol, que já tinha reinterpretado compositores clássicos em vsprs (Monteverdi), pitié! (Bach) e Macbeth (Verdi), realiza com este Requiem o seu empreendimento musical mais audaz de sempre. Os instrumentos de orquestra são substituídos por acordeão (tocado por João Barradas), guitarra elétrica, mbira, tuba, percussão e os grandes coros transformados em duetos e trios.

A vitalidade musical contrasta com um filme a preto e branco de uma mulher que morre, dominando o palco como um memento mori. Da confluência das imagens com a música nasce uma experiência estética e emocional que transcende as contradições. Nas culturas africanas, a morte e o luto são compatíveis com a vida e nos funerais partilha-se a dor pela perda e a alegria de viver. Requiem para L. vai beber a esta tradição para oferecer uma nova cerimónia de luto, que suspenda as oposições entre o antigo e o contemporâneo, a cultura ocidental e a cultura africana, a vida e a morte.

14 MAR 2019
QUI 21:00

15 MAR 2019
SEX 21:00

16 MAR 2019
SÁB 19:00

Grande Auditório

18€ (descontos)
Duração 1h40
M/14

MÚSICA

Fabrizio Cassol baseado no Requiem de W.A. Mozart

ENCENAÇÃO

Alain Platel

MAESTRO

Rodriguez Vangama

COM E POR

Rodriguez Vangama (guitarra e baixo elétrico), Boule Mpanya, Fredy Massamba, Russell Tshiebua (canto), Nobulumko Mngxekeza, Owen Metsileng, Stephen Diaz, Rodrigo Ferreira (canto liríco), João Barradas (acordeão), Kojack Kossakamvwe (guitarra elétrica), Niels Van Heertum (eufónio), Bouton Kalanda, Erick Ngoya, Silva Makengo (likembe), Michel Seba (percussão)

DRAMATURGIA

Hildegard De Vuyst

ASSISTÊNCIA MUSICAL

Maribeth Diggle

ASSISTÊNCIA COREOGRÁFICA

Quan Bui Ngoc

VÍDEO

Simon Van Rompay

CÂMARA

Natan Rosseel

CENÁRIO

Alain Platel

CONSTRUÇÃO CENÁRIO

Wim Van de Cappelle em colaboração com atelier NTGent

LUZ

Carlo Bourguignon

SOM

Carlo Thompson, Guillaume Desmet

FIGURINOS

Dorine Demuynck

DIREÇÃO DE CENA

Wim Van de Cappelle

FOTOGRAFIA

Chris Van der Burght

PRODUÇÃO

Katrien Van Gysegem, Valerie Desmet

ASSISTÊNCIA E DIGRESSÃO

Steve De Schepper

ESTAGIÁRIA TEATRO

Lisaboa Houbrechts

ESTAGIÁRIA ENGENHARIA DE TEATRO

Ijf Boullet

EM DIÁLOGO COM

Dr. Marc Cosyns

PRODUÇÃO

les ballets C de la B, Festival de Marseille, Berliner Festspiele

COPRODUÇÃO

Opéra de Lille; Théâtre National de Chaillot Paris; Les Théâtres de la Ville de Luxembourg; Onassis Cultural Centre Athens; TorinoDanza; Aperto Festival - Fondazione I Teatri, Reggio Emilia; Kampnagel Hamburg; Ludwigsburger Schlossfestspiele; Festspielhaus St. Pölten; L’Arsenal Metz; Scène Nationale du Sud-Aquitain, Bayonne; La Ville de Marseille-Opéra

AGENCIAMENTO

Frans Brood Productions

APOIO ESTRUTURAL

Autoridades Flamengas, Cidade de Ghent, Provincia de Flandres de Leste, North Sea Port e Belgian Taxshelter

AGRADECIMENTOS

Isnelle da Silveira, Filip De Boeck, Barbara Raes, Griet Callewaert, atelier NTGent, Mevrouw S.P., Juffrouw A.C., Fondation Camargo (Cassis, France), Sylvain Cambreling, Con-nexion vzw


Agradecemos a L. e à sua família pela candura excecional, a confiança profunda e o apoio único a este projeto.

Requiem para L.
Requiem para L.
Partilhar Facebook / Twitter