Silvia Federici

Mulheres, caça às bruxas e acumulação de capitais

“A bruxa aparece como uma personagem lendária, imaginária. Não é. Houve mulheres que de facto foram presas, perseguidas e mortas. Temos que lutar para garantir que não sejamos queimadas de novo.”

Por todo o mundo, a violência contra as mulheres aumentou, muitas vezes assumindo a forma de uma nova “caças às bruxas”. Silvia Federici examina o significado deste retorno, relacionando-o com as caças às bruxas que ocorreram nos séculos XVI e XVII – na Europa e no “novo mundo” – e com as novas formas de acumulação capitalista, mergulhando no significado da figura da bruxa na teoria e na cultura feminista.

Silvia Federici é ativista, feminista, escritora e professora de Filosofia Política e Estudos Internacionais na Universidade de Hofstra em Nova Iorque. Esta conferência acompanha o lançamento da edição portuguesa do seu mais recente e aclamado livro Calibã e a Bruxa: mulheres, o corpo e a acumulação original, editado pela Orfeu Negro.

14 MAI 2020
QUI 18:30

Pequeno Auditório
Entrada gratuita*

* Entrada gratuita, sujeita à lotação e mediante levantamento de bilhete no próprio dia a partir das 18:00

Em inglês

Cofinanciado pelo programa Europa Criativa da União Europeia no âmbito do projeto ACT – Art, Climate, Transition

ACT Art Climate TransitionUnião Europeia

Parceria

Orfeu Negro
Partilhar Facebook / Twitter