O trabalho dos artistas e as lógicas de (des)profissionalização

Pierre Michel Menger e Izabela Wagner
© Bruno Castro.

A discussão sobre a profissionalização da carreira dos profissionais das artes performativas está na ordem do dia, numa altura em que muitas das propostas artísticas ficaram em suspenso, mas a vida não.
Na primeira conferência do programa A Arte Custa, analisamos o tema a partir de uma perspetiva internacional e em paralelo com o contexto português. Falamos sobre as especificidades do trabalho criativo, incluindo o estatuto de intermitência, a precariedade dos profissionais das artes e da cultura, a construção de carreiras artísticas e a forma como a crise económica adensa a tensão existente entre arte e profissão e, logo, as exigências da profissionalização como uma causa e consequência das situações vividas no mercado de trabalho artístico. 

Pierre-Michel Menger é sociólogo e professor no Collège de France; Izabela Wagner é socióloga e professora no Collegium Civitas.

14 OUT 2020
QUA 18:30

Pequeno Auditório

Entrada gratuita*
Duração 90 min

Entrada gratuita, mediante reserva prévia através de culturgest.pt (lotação reduzida)

Live streaming em culturgest.pt

Parceria

ISCTECIES

Moderação

Vera Borges e Luísa Veloso (Cies, ISCTE – Instituto Universitário de Lisboa)

Partilhar Facebook / Twitter